Holiday Season: Como fazer criativos vencedores em escala para varejo nas campanhas de final de ano

Holiday-Season

Ao mesmo tempo que o final de ano é uma loucura para o varejo, também é uma grande oportunidade de vender muito com as datas especiais.

O que pode impactar diretamente suas vendas, são seus anúncios. Estamos cansados de saber que um criativo mais relevante e personalizado tem mais chances de conversão.

Mas como produzir criativos relevantes e personalizados em escala, principalmente nessas datas? É o que vamos abordar nesse conteúdo.

Quais são as datas que compõem a Holiday Season de final de ano?

Vamos focar nas datas especiais de final de ano, já que são as datas tão esperadas pelos varejistas e possuem uma grande oportunidade de vendas, já que não existe um nicho definido, como dia das mães, por exemplo.

Existem quatro datas/oportunidades nesse período, são elas:

  • BLACK FRIDAY “EU MEREÇO”
  • 13º SALÁRIO “EU ME ORGANIZO”
  • NATAL/ ANO NOVO “EU PRESENTEIO”
  • SALDÃO “EU APROVEITO”

Na Black Friday em específico, o consumo tem características próprias, o “Eu mereço”, por isso produtos com alto valor agregado tem grande impacto nesta data:

Fonte: Think With Google

O que é determinante para o sucesso de uma campanha?

Já sabemos que cada data tem uma abordagem diferente e isso impacta diretamente na estratégia de anúncios. 

Podemos dizer que o criativo é o grande responsável pelo sucesso da sua campanha. Segundo uma pesquisa do Facebook e Nielsen 2019, 56% marcas que tiveram aumento de vendas através da publicidade digital podem ser atributos da qualidade do criativo:

Mesmo assim, ainda assim, 90% dos anunciantes fazem criativos genéricos:

Se o criativo é ruim:

o CTR é baixo

o CAC fica alto

o ROI cai

Como criar criativos de alta performance? 

A metodologia Creative centric é um processo de criação de anúncios com o criativo como o centro, ou seja, o primeiro passo da construção de uma campanha é o criativo, depois o grupo de anúncio e em seguida a campanha. Essa metodologia tem como objetivo aumentar a personalização e consequentemente construir anúncios mais relevantes e de melhor performance.

Essa abordagem de criação de anúncios, começa com a construção do criativo, ao invés, da campanha.

No modo tradicional, é assim que construímos nossas campanhas:

No creative centric começamos pelos criativos:

Todos os aspectos da sua campanha giram em torno de criativo, a ideia é produzir criativos mais poderosos que chamem muito mais atenção e de alta performance.

Para começar a criar campanhas creative centric, siga 3 passos:

1- Identifique oportunidades de personalização

Dentro do gerenciador de anúncios, existe uma grande gama de possibilidades de segmentação, algumas delas são:

  • Interesses;
  • Gênero;
  • Localização;
  • Idade;
  • Posicionamento;
  • Outros.

Essas são as mais comuns, mas sempre é possível segmentar de uma maneira muito mais específica, claro, sempre considerando seu budget.

Portanto, defina quais segmentos você deseja usar em seus anúncios e vamos para próxima etapa.

2- Faça o planejamento macro da estrutura da campanha

Depois de decidido a segmentação, faça um planejamento macro da sua campanha, assim você terá uma visão geral da estratégia.

Vamos a um exemplo:

Vamos segmentar por interesse e posicionamento, portanto cada grupo de anúncios será dividido da seguinte forma:

Interesse > Marketing digital

Posicionamento > Stories

Dentro desse segmento, vamos criar 4 criativos diferentes com as temáticas: Facebook ads, redes sociais, automação de marketing e conteúdo.

Seguindo essa mesma ideia, vamos criar mais 4 grupos de anúncios com os interesses em: marketing e vendas, inbound marketing, outbound marketing e marketing de conteúdo. Cada um deles com 4 anúncios diferentes.

Portando, agora temos 5 grupos de anúncios com 4 criativos em cada, totalizando 20 criativos.

De preferência, use alguma ferramenta de mapa mental para criar esse planejamento.

3 – Produza os criativos

Agora que você já sabe que terá que produzir 20 peças para os anúncios, é hora de colocar a mão na massa.

Exitem inúmeras maneiras de fazer isso, contratar um freelancer, usar seu time de designer ou usar ferramenta de Automação Criativa para escalar a produção.

O importante aqui é criar as peças focando na segmentação e personalizar ao máximo para criar um anúncio altamente relevante para sua persona.

Para que isso aconteça, ao construir os seus anúncios, certifique-se que eles sejam impactantes, relevantes e acionáveis:

E para facilitar sua vida, use templates para aumentar a velocidade de entrega. É possível ter qualidade com quantidade usando templates inteligentes. Já vimos clientes aumentarem em mais de 7X o número de arquivos produzidos, sem aumentar headcount, com essa metodologia.

O que o mercado nos diz?

A VidMob examinou diferentes táticas de mensagens usadas por marcas de varejo e e-commerce no Facebook, Instagram, Facebook Messenger, e Facebook

Audience Network durante as temporadas de 2018 e 2019. Analisamos um total de 8.366 anúncios em 35 marcas de varejo e e-commerce (49% Vestuário, 26% CPG, 14% Outros) que foram veiculados nos EUA no quarto trimestre de 2018 e no quarto trimestre de 2019.

Usando a taxa de compra online como indicador de desempenho, eles encontraram:

  • Anúncios em vídeo geraram vendas mais altas do que anúncios estáticos: O vídeo gerou uma taxa de compra 48% maior em comparação à estática.
  • A duração ideal do anúncio em vídeo foi de 10 a 15 segundos: o vídeo de 10 a 15 segundos gerou uma taxa de compra 148% maior em comparação aos anúncios com 5 segundos ou menos.
  • Começar com texto foi melhor: Quando o texto estava presente nos primeiros 3 segundos de um anúncio, a conversão de compra foi 46% maior.
  • A escolha das palavras importou especialmente com o “call to action”: Usar “Comprar” como CTA teve uma taxa de compra 5x maior do que “Obter” e “Encontrar”.

Para acessar o relatório completo, clique aqui.

Como saber meus criativos estão performando? 

O melhor criativo é aquele com o maior volume de impressões, com o maior CTR e menor custo.

Analise o histórico de performance dos criativos que mais performaram:

Aqui, tome cuidado com o volume de dados, foque nas principais métricas e tire inteligência e informação relevante dos números.

Agora é a sua vez de colocar em práticas as ações para melhorar seus resultados na Holiday Season.

Se tiver alguma dúvida ou sugestão, só deixar nos comentários, será um prazer ajudar.